Feira da barganha na escola: oportuna e divertida

Nesses tempos de amigo secreto, Papai Noel e consumismo geral, as feirinhas de troca ou de venda com precinhos simbólicos são uma grande opção para estudantes de várias idades.

Nada como aproveitar a onda natalina para demonstrar, na prática, as vantagens de reutilizar e reciclar objetos, sejam eles brinquedos, enfeites, utensílios ou livros…

A ideia é reforçar junto a seus alunos o conceito de que nem tudo precisa ser novo para ser bonito, útli e interessante. Um brechó, aliás, pode ser muito charmoso! E, mais, que esta data tradicional pode ser celebrada com menos coisas e mais tempo com amigos e família.

Público – Para que seja um sucesso, analise quem será o público da feira. Só alunos de determinados anos, toda a escola, pais e professores?

Tipo de feira – A modalidade da feirinha também deve ser escolhida com cuidado. A opção mais indicada é a barganha de objetos usados em bom estado ou melhor seria um mercadinho de Natal, em que cada um possa vender por preços simbólicos alguma coisa que não lhe sirva mais?

Lembre-se de deixar claro que não se trata de se livrar de algo ruim ou de mau gosto, mas de valorizar um objeto que talvez não esteja sendo usado ou não tenha mais sentido na sua casa ou na sua vida e que pode ser bem-vindo por outra pessoa.

Troca ou venda?

Dependendo da idade dos estudantes e do número de pessoas do grupo, a atividade oferece a oportunidade a professores e pedagogos de observar a capacidade de negociação, maturidade e respeito entre os colegas.

Mesmo que se opte pelo mercadinho, dinheiro não dever ser o objetivo e, nesse sentido uma alternativa é que todo o dinheiro arrecadado com as vendas seja para um projeto da classe, do grupo ou da escola.

Celebração

É também recomendável que se faça da ocasião algo festivo, mas sem grande pressão para os estudantes, especialmente para os menores. Comidinhas e doces são sempre excelentes atrativos e a divisão de tarefas ajuda a garantir que todos participem e ninguém se sobrecarregue.

Assegure-se de incluir todos no evento, incluindo aqueles que não têm nada a comprar ou vender. Esses alunos podem ser, por exemplo, voluntários para a recepção e triagem de doações ou podem se encarregar de criar atividades recreativas para crianças menores: pintura de rosto, tatuagens temporárias, gincanas, jogos…

Se já fez ou se fizer uma feirinha do tipo, volte aqui pra contar ou escreva para nós.

E que comecem as festividades!

Fotos: Pexels/CCLicense

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close