A poesia na parede: varal poético em três versões

Experimente maneiras simples e interativas de apresentar poesia a seus alunos.

Por ser antigo, o método pode soar anacrônico em um mundo digitalizado. Trata-se pura e simplesmente de colocar um longo barbante no fundo da sala ou em todos os lugares disponíveis da escola para pendurar (expor) poemas e escritos poéticos.

Eu me lembro de ter visto um projeto deste tipo no Centro Cultural São Paulo nos anos jurássicos! Depois disso, múltiplas versões em diferentes formatos pareciam pipocar por todo lado, dentro e fora do Brasil.

A ideia sempre me encantou pela simplicidade e porque pode ser realizada de diversas maneiras. Você pode começar de forma pequena, por exemplo, em conexão a um tema do currículo: digamos, gêneros de escrita; ou pode usar um grande evento literário em sua área ou cidade para chamar a atenção dos estudantes sobre poetas e seus trabalhos, a partir de seu próprio evento na escola..

Aqui sugiro três versões e espero que elas deem muitos frutos e floresçam

1. Minha sala, minha vida

Para a versão mais básica, você não precisa envolver muita gente, além de seus próprios alunos. Apenas obtenha autorização da escola e vai precisar de um rolo de barbante forte, estendido em uma ou mais paredes da sala de aula. Obtenha prendedores coloridos usados ou verba para adquiri-los.

Aqui, depois de estudarem alguns poetas e/ou tipos de escrita poética, os alunos escolheriam passagens de poemas longos, incluindo sonetos, ou pequenos poemas para que sejam expostos no varal.

Pode-se simplesmente imprimir uma boa mostra de poesia de vários estilos, com fontes coloridas ou não. A exposição pode ser alternada algumas vezes e a cada exposição seleciona-se o grupo de poemas por estilo, por autores, por temas…

Eis aí uma boa forma de conversar sobre curadoria, ou seja, como se categoriza ou se determina critérios para a seleção de determinados poemas.

Dica: Adaptável a diferentes níveis escolares.

2. Além da sala…

Aqui o espaço físico pode incluir outras salas e espaços comuns da escola. Idealmente, o projeto seria um pouco mais amplo, envolvendo seus colegas de português e de artes visuais. Nesse sentido, os poemas escolhidos seriam ilustrados ou as folhas de papel teriam decoração inspirada por cada poema.

Tanto nesta, como na versão anterior, pode-se optar por se trabalhar com poetas publicados (consagrados ou não) ou dar preferência à produção poética dos próprios estudantes.

Quem sabe depois de trabalharem determinados estilos e autores, possa se realizar uma oficina de poesia, e a produção dessa atividade alimentaria os varais…

Dica: Que tal um corredor literário?

3. Concurso e evento

Para um projeto um pouco mais ambicioso, você teria de envolver vários colegas e representantes dentro da escola. O Varal de Poesias, então, estaria aliado a um concurso.

Se a comunidade puder participar, melhor ainda. Uma livraria poderia, por exemplo, oferecer vales-presente para os autores dos três melhores poemas. Se sua cidade não tem livraria, nem livreiros de visão, talvez seja possível levantar verba para a compra de livros de poesia como prêmios.

Todos os particpantes teriam seus poemas expostos, mas um juri de professores, biliotecários e, se possível, poetas locais escolheria os três melhores. A mostra pode culminar com a leitura dos poemas selecionados e, importante, deve haver um júri popular. Isso signfica que os próprios estudantes poderiam escolher seu poema favorito entre todos.

É evidente que essas ideias são bem gerais e teriam de ser adaptadas à realidade de cada escola, assim como a forma como se conectam ao currículo também não é necessariamente uniforme. É um projeto que convida a outras maneiras de realização.

Importantíssimo: as regras e os critérios de qualquer concurso devem ser amplamente divulgados e sempre observados na seleção dos trabalhos.

Volte pra contar se levar adiante uma dessas versões ou alguma outra inteiramente sua. Poetise-se!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close