10 argumentos em favor da tarefa de casa

Há controvérsias sobre a eficácia do dever de casa, entre pais e até mesmo entre educadores. Porém, quando bem escolhida e contextualizada, a tarefa apresenta vantagens. Conheça aqui algumas delas.

Pode-se argumentar que o excesso de trabalho escolar fora da sala de aula acaba por reverter o objetivo a que se propõe. Isso se pensarmos que a tarefa de casa é um convite aos alunos para reverem o material de forma independente, longe do controle direto dos professores, reforçando conteúdo aprendido em sala de aula.

Em geral, estudos de instituições sérias e diferentes entre si costumam ser positivos sobre a importância e o impacto dessas tarefas. Apresento a seguir algumas boas razões em favor da prática. No entanto, é primordial que as tarefas não sejam simplesmente mecânicas ou deslocadas do contexto de aprendizado.

Além disso, não devem ser vistas como punição. Portanto é prudente não sobrecarregar os estudantes. Deve haver coordenação entre os colegas para que as tarefas múltiplas não se convertam em missão impossível ou extremamente difícil de cumprir.

Minha teoria sempre foi ‘um pouco todo dia’, o que no caso das aulas de língua me parecia uma tática fundamental para manter o contato com o idioma e estendê-lo além do ambiente da universidade.

Veja se as justificativas a seguir se aplicam à sua realidade e se concorda ou não com elas. A tarefa de casa é importante porque:

  1. Ajuda os estudantes a desenvolverem hábitos e estratégias de estudo que podem lhes servir ao longo da vida;
  2. Estimula a administrar bem o tempo e a ter auto-disciplina;
  3. É uma boa forma de aprender a ter iniciativa e trabalhar autonomamente;
  4. Contribui para que cada um se torne mais responsável por seu trabalho e seu processo de aprendizado;
  5. Permite que se revise e pratique o que foi visto em sala de aula com mais tempo e calma;
  6. É uma maneira para os pais participarem e tomarem conhecimento do que os filhos estão vendo na escola;
  7. Exige a aplicação de habilidades diversificadas (escrita, pesquisa, leitura…) ao conteúdo aprendido;
  8. Funciona como lembrete para que a aluna/o aluno se prepare para a próxima aula;
  9. Requer que se aprenda a usar recursos como bibliotecas e websites de pesquisa;
  10. Dá uma boa ideia sobre o formato e o que será exigido em testes e avaliações.

Você concorda com essas premissas? Tem algo a acrescentar? A partir de que idade é prudente requisitar tarefa de casa? Comente, compartilhe!

Leia mais sobre disciplina em Disciplina pra quê?

Ainda que todos concordemos com a necessidade e função do dever escolar, nem sempre é fácil desenvolver um programa de tarefas bem integrado aos planos de aulas. E a a sala de aula invertida? De que forma afeta o princípio da tarefa de casa? Såo muitas as questões, por isso vem mais conversa sobre o tema, em breve. Acompanhe!

Foto de Destaque: Jena Backus from Pexels

Assine a newsletter e receba conteúdo uma vez por semana!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close