Adotei a sala de aula invertida! E agora?

Uma das metodologias ativas mais festejadas, a sala de aula invertida demanda atividades engajadoras que realmeente promovam aprendizado. aqui algumas ideias.

“Desaular”, palavra preferida do famoso professor português José Pacheco, um dos criadores da não menos famosa Escola da Ponte, em Portugal, significa sair do ‘piloto automático’do padrão palestra, que sempre norteou a escola tradicional e mesmo as que se vendem como modernas. Mas como você deve saber, mudanças geralmente não são fáceis ainda que necessárias.

A sala de aula invertida é uma ótima opção neste processo de mudança. Mesmo assim, precisamos monitorar o desenvolvimento do método, para não frustrar a expectativa como um todo. Isso quer dizer fazer uma boa curadoria dos meios usados para apresentar conteúdos, de preferência com a parceria de estudantes e colegas, e ‘desenhar’ trilhas de aprendizado que incluam atividades de prática engajadoras e eficazes para alcançar os objetivos de aprendizado.

Foto por Vlada Karpovich em Pexels.com
PASSO#1: Três palavras

Depois de terem contato com um novo tópico por meio de leitura ou vídeo em casa, é hora de praticar o que se aprendeu na sala de aula. A divisão em grupos é sempre a melhor pedida, mas lembre-se de reservar um tempinho durante a semana para a reflexão individual. Que tal começar por aí? Tema fresquinho na cabeça…peça para que cada um, individualmente, escreva num pedaço de papel três palavras que definam o tópico estudado. Funciona muito bem para temas de Humanas e Biológicas e com certeza vale para tópicos de Exatas também, até para se ter uma ideia do que realmente ficou (ou foi retido) para cada um. [Se possível, distribua post its coloridos, que serão colados no quadro ou na parede]. Em seguida, todos se levantam para ler o que viram e para anotarem as três palavras que aparecem o maior número de vezes. Quando todos concordarem nas palavras-guia, é hora de trabalharem em grupo.

dica: COMO AGRUPAR?

Para que os estudantes não se agrupem sempre aos mesmo colegas, experimente uma nova forma de formação dos grupos: signo do horóscopo, letra do nome do meio ou do último nome, personagem favorito de vídeo game ou de livro…Enfim, a intenção é variar a formação do grupo de uma forma divertida e aleatória.

PASSo # 2: Definições

Em grupos, agora é hora de escreverem pequenas definições para cada palavra e, neste momento, é bom ressaltar a importância de se tomar notas sobre o texto, vídeo ou áudio que viram em casa. Depois de terminado o tempo para a atividade, os grupos podem se voluntariar para compartilhar suas definições com toda a classe. Aqui é fundamental que se crie uma atmosfera em que possam ir aos poucos mutuamente corrigindo o que parece errado ou melhorando ao acrescentar algo que pode ter ficado de fora numa definição. Nesse caso, nem todos precisam apresentar suas definições, a menos que as respostas apresentadas fiquem muito aquém do desejado pelo grupo, incluindo professores.

PASSO# 3: TIRA-Dúvidas

Finda a discussão, este é o momento de se tirar dúvidas. Aqueles que compreenderam o tópico melhor, podem ser os monitores daquele dia, ajudando os colegas com suas dúvidas, e a professora ou professor deve circular para acompanhar se as respostas estão realmente sendo esclarecedoras e se há necessidade de intervenção ou de mais esclarecimentos.

PASSO #4: QUIZ SEM ESTRESSE

Se houver tempo, pode-se terminar com um quiz desenvolvido em trios ou duplas. Todos devem saber as respostas para as perguntas que fizerem e o formato do teste pode ser definido em conjunto ou ser aberto: por exemplo: duas questões dissertativas e oito de múltipla escolha; cinco questões de Falso ou Verdadeiro e cinco de correlacionar colunas. Se o tempo não for suficiente (o que é bem provável), os testes podem ser guardados pelos professores para que sejam trocados e feitos na aula seguinte e em casa todos teriam a chance de reverem o material uma vez mais e, se necessário, um material complementar pode ser disponibilizado. Isso é particularmente positivo se durante a prática ficar claro que ainda há muitas dúvidas ou que o material digital visto foi de alguma forma falho ou incompleto.

Para saber mais sobre este tópico ou refrescar a memória, veja o vídeo 7 PONTOS (EM MENOS DE) 7 MINUTOS: Sala de Aula Invertida

PS: Sim, é possível adaptar esta trilha para a sala de aula virtual!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close